Justin Timberlake Brasil

Especial Rock in Rio 2013

O EVENTO

O Rock in Rio teve seu início há quase 30 anos, em 1985, na cidade do Rio de Janeiro. Criado pelo empresário Roberto Medina, logo ganhou grandes dimensões, pois, até então, não era frequente que as grandes estrelas da música mundial fizessem shows na América do Sul. Além de grandes nomes mundiais, os principais destaques da música brasileira sempre foram figuras garantidas na programação do festival.

A primeira edição do evento possuiu o line-up recheado de grandes estrelas. Podemos destacar Queen, Iron Maiden, AC/DC e Ozzy Osbourne, por exemplo. Foram 10 dias de festival, com um público de 1,5 milhão de pessoas, sendo 470 mil pessoas apenas no primeiro dia.

O festival voltou 6 anos depois. Sua segunda edição ocorreu em 1991, no estádio do Maracanã, diferente da primeira edição que tinha sido realizada em um terreno em Jacarepaguá. Mantendo o padrão, o evento trouxe os principais nomes da música mundial da época, como Prince, INXS, Guns N’ Roses, New Kids On The Block e A-Ha. O público total foi de 700 mil pessoas, em 9 dias de evento.

A terceira edição do Rock in Rio, só foi realizada 10 anos mais tarde, em 2001. Esta edição foi a responsável pela única vinda do nosso JT ao Brasil. Justin se apresentou junto com o ‘N Sync, no quarto dia do festival, 18 de janeiro, para um público de 240 mil pessoas. Falaremos mais detalhadamente sobre essa apresentação mais embaixo. Neste dia, o festival ainda contou com Britney Spears, Five, Sandy & Junior e Aaron Carter. Esta edição teve mais uma vez shows do Iron Maiden e Guns N’ Roses, além de Foo Fighters, Oasis, Red Hot Chili Peppers entre outros.

Em 2004, o Rock in Rio teve sua primeira edição realizada fora do Brasil, em Lisboa, a partir desse ano o festival passou a ser realizado a cada dois anos em Portugal, indo, em 2014, para a sua quinta edição no país. Além de Lisboa, o festival já teve duas edições em Madri (2008 e 2010). As edições realizadas fora do Brasil, só serviram pra firmar ainda mais o festival como um dos maiores do mundo.

Foram necessários mais 10 anos para o Rock in Rio voltar a ter uma edição realizada no Brasil. Em 2011, ocorreu o quarto Rock in Rio na cidade que dá nome ao festival e em torno de 100 mil pessoas estiveram na Cidade do Rock ao longo dos sete dias de evento.

Em setembro de 2013, acontece a quinta edição carioca do Rock in Rio. E desta vez, nós, fãs do Justin Timberlake, vamos ter o prazer de poder ver depois de mais de 12 anos e mais uma vez no mesmo festival, o nosso ídolo. Além de JT, que sobe ao Palco Mundo no dia 15 de setembro, também estarão presentes Beyoncé, Muse, Metallica, Bon Jovi, Bruce Springsteen e muitos outros astros da música nacional e internacional.

O DIA DO NSYNC

A noite de 18 de janeiro de 2001, uma quinta-feira, ficou conhecida na história do Rock In Rio como “Noite Teen”, por ter concentrado num único dia várias atrações dedicadas a um público de adolescentes e até mesmo crianças.

Os shows no palco principal do evento começaram com Aaron Carter, irmão de Nick Carter, integrante dos Backstreet Boys. O menino, então com 13 anos, cantou apenas quatro músicas e deixou o palco livre para a apresentação de Sandy & Júnior, que foi parte da turnê do álbum “As Quatro Estações”.

Logo após a dupla brasileira, subiu ao palco outra boyband, a britânica 5ive, que sucudiu o público em vários momentos, mas principalmente com a regravação de “We Will Rock You”, clássico da também britânica Queen.

A quarta atração do Palco Mundo foi Britney Spears, que na época formava o casal mais badalado do mundo pop ao lado de Justin Timberlake, do *NSYNC, que se apresentaria logo depois. O show da então Princesa do Pop foi baseado na “Oops…! I Did It Again Tour” e era um dos momentos mais aguardados daquele dia do festival.

Porém, o show mais importante e mais esperado daquele dia era o do *NSYNC…

O SHOW DO NSYNC

Cidade do Rock, Jacarepaguá, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. Quinta-feira, 18 de janeiro de 2001. Essa data nunca vai sair da memória dos fãs do *NSYNC e de Justin Timberlake. Principalmente daqueles que presenciaram a única aparição do quinteto em terras brasileiras. O show foi o último da “No Strings Attached Tour” e fechou a noite teen do festival que voltava a acontecer depois de 10 anos.

Impossível não ter o coração cheio de alegria e os olhos cheios de lágrimas só de lembrar da enorme cortina preta com a inscrição “*NSYNC” e uma foto do grupo que cobria o palco minutos antes do show começar.

Mais difícil ainda era conter a emoção que tomou conta quando aquele imenso pano caiu no chão e era possível ver os cinco rapazes pendurados no teto do Palco Mundo. E enquanto eles desciam, era preciso se concentrar pra perceber que aquilo não era um sonho. Sim, você estava lá, vendo seus ídolos a menos de cinco metros de distância.

Começava a música que dava título ao álbum e à turnê. E passaram as demais canções… “I Want You Back”, “(God Must Have Spent) A Little More Time on You”, “Tearin’ Up My Heart”… e no meio disso tudo, apenas a certeza de que aqueles cinco garotos realmente cantavam e dançavam muito.

Luzes e lasers que coreografavam no ar, trocas de roupa e cenários – como não lembrar do momento em que ele “trazem uma pequena sala de estar” para cantar uma das mais lindas músicas do grupo, “I Drive Myself Crazy” -, uma parte móvel do palco que foi para o meio do público e uma banda incrível que tocava demais e antes de “It’s Gonna Be Me” fez um duelo com o beat-box de Justin. Tudo isso fez daquele um dos shows mais espetaculares daquele ano no Rock In Rio.

Pena que foi tudo tão rápido e logo começou “Bye Bye Bye”, o carro-chefe do disco e que, por obviedade do nome, fechava o show. Nos primeiros acordes, um misto de euforia, pelas incríveis quase duas horas vividas ali, e tristeza, por tudo ter passado tão rápido. Era preciso aproveitar muito, mesmo depois de mais de cinco horas em pé. Afinal, depois daquele momento, eles nunca mais seriam vistos aqui no Brasil.

O JT de 2013!

Em 2001, Justin Timberlake veio ao Brasil acompanhado dos quatro amigos do *NSYNC, 12 anos depois, ele volta ao mesmo palco, mas sozinho, depois de uma volta triunfal à música.

Foram sete anos sem lançar um novo álbum. Cincos ano sem uma apresentação musical solo ao vivo. E o ano de sua volta coincidiu com a quinta edição do Rock In Rio na sua cidade de origem. Não foi com pouca surpresa e, por que não dizer, emoção, que os fãs brasileiros de JT receberam, no dia 11 de março, a notícia de que o ídolo viria mais uma vez ao festival.

Se apresentações no Grammy e em vários programas de TV como Jimmy Fallon, SNL, Ellen Degeneres e vários outros já haviam deixado uma baita expectativa, a turnê Legends Of The Summer com seus vídeos na internet apenas aumentou a ansiedade para o que está por vir no dia 15 de setembro.

Como se não fosse o suficiente, no dia 25 de agosto, Justin fez uma apresentação de nada menos que 15 minutos com um grande medley com seus sucessos solo e até mesmo com o *NSYNC. Naquela ocasião ele recebia o prêmio Michael Jackson Video Vanguard Award. E não é preciso muito esforço para imaginar que aquela performance foi um “teaser” do que os fãs que estiverem na Cidade do Rock daqui a alguns dias vão presenciar.

Textos: Bárbara / Patrícia.
Revisão: Mia / Patrícia.

  • smucmarilia

    ótimo texto

  • Carolina Brandão

    Me arrepiei depois de ler. Acabei de ir num show dele e é perfeito. Estou contando os minutos para o rock in rio.

  • marcella

    Ansiedadeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

  • Thelma

    Maravilhosoooooooooo, não vejo a hora de chegar domingo para ve-lo ao vivo

  • Roberta

    Galerinha!! Estou tão triste, meu marido está doente e não posso abandoná-lo agora…ou seja, não poderei ir ao show… Vendo 2 ingressos do rir para o dia 15!! Se alguém quiser fale comigo!! bjs